Esta semana completou 20 anos da morte do poeta do Rock, Cazuza. Apesar da carreira curta, seus sucessos e a vida intensa são lembrados até hoje.

Cazuza viveu, cantou, morreu… quando eu ainda nem era nascida. Mas como sou uma grande admiradora da cultura anos 80, tornei-me uma grande fã do maior ídolo do rock brasileiro. Se os EUA teve Michael Jackson, nós tivemos Cazuza um grande pensador revolucionário e super exagerado!

Exagerado – Cazuza

Amor da minha vida
Daqui até a eternidade
Nossos destinos
Foram traçados na maternidade

Paixão cruel desenfreada
Te trago mil rosas roubadas
Pra desculpar minhas mentiras
Minhas mancadas

Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado

Eu nunca mais vou respirar
Se você não me notar
Eu posso até morrer de fome
Se você não me amar

E por você eu largo tudo
Vou mendigar, roubar, matar
Até nas coisas mais banais
Prá mim é tudo ou nunca mais

Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado

E por você eu largo tudo
Carreira, dinheiro, canudo
Até nas coisas mais banais
Prá mim é tudo ou nunca mais

Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado

Jogado aos teus pés
Com mil rosas roubadas
Exagerado
Eu adoro um amor inventado

PS: A blogueira tem fixação por rockeiros de bandana…

Anúncios