Tags

,

Falar sobre bandas que marcaram geração e mudaram os rumos da industria fonográfica é de certa forma uma desafio. Como fã de boa música e nenhuma responsabilidade como especialista no assunto, muitas vezes caímos em clichês absurdos, mas falar de Legião Urbana sem evidenciar toda a sua grandiosidade e ainda assim não parecer só mais uma fã apaixonada, acaba sendo inevitável.

Mesmo nascendo numa era posterior ao auge do rock nacional nunca deixei de apreciar os bons momentos da nossa musicalidade, que sim, foi e ainda tem chances de ser muito boa. Para mim, como já falei em outras oportunidade a banda do Renato Russo foi uma das maiores influências do nosso som, uma revolução que marcou não apenas uma geração, mas todas que seguiram mesmo depois da morte do seu icônico líder.

Enfim… como fã do Legião, não pude deixar de prestar a atenção numa iniciativa da MTV que promoveu um belo tributo a banda. Uma reunião de Dado e Bonfá com ninguém mais ninguém menos que Wagner Moura – um super fã da banda, nos vocais. Sim, a atitude foi ousada, Wagner como cantor é um ótimo ator, mas críticas burocráticas a parte eu diria que o tributo foi emocionante.

Podem falar que o som não funcionou, que Wagner desafinou e se esgoelou, mas uma coisa é certa: ele representou todos os fãs da banda. Quem nunca imaginou estar a frente de uma platéia ao lado dos seus ídolos cantando todas aquelas músicas que marcaram sua vida? A emoção e a sinceridade com que o ator entoou as clássicas canções foi uma das coisas mais bonitas e singelas que eu já vi. Naquele momento, me senti lá, gritanto, pulando e relembrando os velhos tempos ao som de muito rock n roll!

Acho que as pessoas tem que parar de procurar defeito em tudo. Wagner não vai substituir Renato e essa nem é a intenção! Se buscassem qualidade, ou até mesmo um “substituto” (algo que julgo impossível) colocariam um cantor com qualidade vocal suficiente para fazer o tributo, mas não era isso que queriam… a unica intenção foi  representar os fãs, fazer algo que qualquer um de nós poderia fazer, viver uma noite onde o profissionalismo e todo o “lado técnico” era substituído pelos sentidos que só a música é capaz de transmitir! Ainda mais se essa música for do Legião.

Anúncios