BELA_MALDADE_1314741604BInstigante. Essa é a palavra que pode definir perfeitamente o livro “Bela Maldade” da australiana Rebecca James.

Antes de mais nada, vale acrescentar que, apesar de ser vendido como um thriller psicológico (e o livro realmente possui alguns elementos que o classificariam como tal como a clássica vitima lidando com um “adversário” insano), “Bela Maldade” é um grandiosíssimo drama.

A premissa é bem simples: Katherine é uma jovem de dezessete anos que após passar por uma grande tragédia, decide recomeçar em uma nova cidade. Ainda se sentindo culpada pelo fato que dilacerou sua família, Katherine tenta viver de maneira tranquila e isolada até que conhece a encantadora Alice. Envolvida pela simpatia e o carisma da nova amiga, Katherine se permite viver outra vez. A intensidade da amizade, entretanto, revela um lado sombrio de Alice, e Katherine passa a se questionar se ela é realmente tão boa quanto parece.

De forma inteligente, Rebecca conduz a narrativa usando três tempos lineares, o passado (os fatos que levaram a fatídica tragédia), o presente (o inicio da amizade com Alice) e o “futuro” (os fatos posteriores a esses dois acontecimentos). Os mistérios apresentado ao longo da trama não são tão difíceis de desvendar, entretanto, o desenrolar de toda a história prende o leitor do inicio ao fim. A amizade insana de Katherine e Alice toma rumos completamente inesperados e o leitor se sente completamente imerso em meio a esse turbilhão de acontecimentos.

Os personagens são muito bem construídos e o fato da autora não se ater aos típicos clichês de personagens adolescentes, é um grande ponto positivo.

“Bela Maldade” é o tipo de livro em que devemos falar o mínimo possível, afinal de contas, a própria experiência do leitor com a história dará conta de revelar o quão interessante e bem formulada a trama é. Obviamente, não é o meu livro favorito da vida e nem o melhor thriller psicológico do mundo (até mesmo porque, como eu disse anteriormente, ele não pode ser classificado somente dessa maneira), mas é uma história interessante, um livro que com toda certeza instigará o leitor a continuar sua leitura. É impossível não se envolver com a densa trajetória de Katherine.

Título Original: Beautiful Malice | Autora: Rebecca James | Editora: Intrínseca | Páginas: 304 |  Ano de Lançamento: 2011.

Anúncios